Fisioterapia na saúde da mulher

Tópicos importantes :

⁃ Conceito: É uma especialização da fisioterapia que envolve o estudo, prevenção e tratamento das disfunções na pelve humana. Incluindo os ossos, órgãos pélvicos e o assoalho pélvico . Essas estruturas são responsáveis pela função urinária, fecal, sexual humana e função obstétrica.
⁃ Resumindo: trata/ previne a incontinência urinária, incontinência anal , disfunções sexuais assim como a preparação da gestante para o parto e no período pós parto.
⁃ Obs: Para trabalhar na área de saúde da mulher é necessário pós na área de fisioterapia na saúde da mulher ou fisioterapia uroginecologica.

Quem se beneficia com o tratamento:

⁃ Mulheres em todas as idades e fases da vida se beneficiam da fisioterapia: -Pensando em prevenção .
⁃ Em se cuidar e se preparar no período gestacional independente da escolha da via de parto.
⁃ Quando já tem queixas como perder urina aos esforços como tosse e espirro ,urgência para fazer xixi que as vezes acompanha perdas urinárias ou então perda de fezes e gases .
⁃ Queixas na parte sexual desde uma melhora na função sexual até uma disfunção como o vaginismo por exemplo.

Obs: a fisioterapia é o tratamento de primeira linha, antes de passar para procedimentos mais invasivos como uma cirurgia recomenda-se a fisioterapia pélvica. Em casos que a cirurgia é necessária da para fazer um tratamento pré operatório e pós cirúrgico. Além de atender mulher essa área também engloba o tratamento de homens com queixas na parte pélvica e crianças.

Conhecendo o assoalho pélvico:

⁃ Se localiza na região inferior da pelve óssea (final da bacia).
⁃ Tem função de dar suporte ( sustentar os órgãos pélvicos como a bexiga, o intestino, o útero, o bebê na fase gestacional)
⁃ Continências: de urina, de fezes e gases
⁃ Função sexual
⁃ Via de parto no caso de mulheres que querem o parto natural

Obs: Ainda é um “tabu”, muitas mulheres não conhecem seu corpo e nem sabem que é um músculo onde você consegue contrair e relaxar. As mulheres vão para academia, pilates ou outras atividades para fortalecer os outros músculos do corpo e esquecem de exercitar a musculatura do assoalho pélvico que é tão importante como falado antes.

Treinamento do assoalho pélvico:

⁃ Para começar a treinar sua musculatura é necessário passar por uma avaliação na fisioterapia. Por ser um músculo escondido é através do exame muscular que vamos identificar se a mulher consegue fazer a movimento correto (coordenação), qual a força, qual a resistência, o tônus dessa musculatura, testes de sensibilidade e reflexos. Para assim passar um treinamento específico para essa mulher.
⁃ Através de uma boa avaliação da função muscular dessa mulher , de orientações sobre a forma correta de fazer os exercícios (exercícios de kegel) e recursos fisioterapêuticos que inclui aparelhos de biofeedback, eletroestimulação, cones vaginais entre outros essa mulher vai ser bem orientada.
⁃ Algumas atividades como o pilates, a yoga ou programas para gestantes solicitam o movimento de contração e relaxamento desse músculo só que como é um músculo escondido você pode estar fazendo a contração e não estar executando da maneira correta.

Obs: esse treinamento é diferente do pompoarismo que é uma técnica milenar indiana que trabalha com essas contrações porem é voltado para a função sexual (intensificar o prazer sexual do casal). O pompoarismo não trata disfunções . Procure a fisioterapia pélvica.

Fisioterapia é importante só para quem faz parto normal?

Na gestação o corpo da mulher passa por muitas alterações hormonais, mudanças posturais, ganho de peso corporal e o crescimento da barriga . Esses fatores são responsáveis pela sobrecarga na musculatura do assoalho pélvico.

Essa musculatura trabalha redobrado podendo enfraquecer ou até mesmo ficar tensionada. E isso acontece independente da via de parto.

TODAS as gestantes além do fortalecimento do assoalho pélvico se beneficiam do tratamento para as queixas corporais: como dor lombar, dor sacral , na sínfise púbica ou até mesmo o edema corporal. São realizadas técnicas de alongamento, de exercícios específicos e orientados para gestantes, recursos de analgesia e orientação nas atividades diárias para trazer mais qualidade em sua gestação.

Quando o interesse é em parto normal inclui no tratamento também a parte de alongamento da musculatura do assoalho pélvico com técnicas como o Epi no e a massagem perineal . Além de ensinar a força correta no período expulsivo e posições e técnicas para melhorar as dores nas contrações uterinas.

Incontinência urinária

Fatores de risco:

⁃ Ser mulher (devido a anatomia e hormônios)
⁃ Gestação: o ficar gestante é um fator de risco por isso é tão necessário o acompanhamento da fisio nessa fase da mulher / varios partos.
⁃ Menopausa ( queda hormonal, diminuição do tônus muscular, perda de massa magra, alteração no peso corporal)
⁃ Atividades de alto impacto : crossfit, corrida, jump ( a fisioterapia treina com essas mulheres para que elas possam fazer os gestos esportivos junto com a contração do assoalho pélvico para previnir a incontinência)
⁃ Sedentarismo e obesidade: sobrecarga no assoalho pélvico
⁃ Constipação intestinal ( devido ter que fazer muita força para evacuar enfraquece a musculatura)

NAO TREINAR ESSE MÚSCULO É UM FATOR DE RISCO.

Leave a Reply

Your email address will not be published.